Mulher-Hulk

Nome: Jennifer Susan Walters
Nome original: She-Hulk
Licenciador: Marvel Comics
País de origem: Estados Unidos da América
Criado por: John Buscema, Stan Lee

Lista de revistas com participação de Mulher-Hulk

Primeira aparição: “Savage She-Hulk” nº 1 (com a data de fev. de 1980 na capa, mas o gibi chegou às bancas americanas ainda no final de 1979).

A história dessa super-heroína esmeralda teve origem quando Stan Lee, publisher da editora Marvel, começou a achar que a Universal ia inventar uma “Hulk” mulher na série de TV com Bill Bixby e Lou Ferrigno, sobre a qual passaria a ter os direitos. Lee preparou então uma solução preventiva a toque de caixa. Na primeira edição de “Mulher-Hulk”, o dr. Banner ia visitar em Los Angeles uma prima que até então nunca havia mencionado, a advogada criminalista Jennifer Walters. Quando Walters é alvejada por gângsters, Banner lhe dá uma transfusão de sangue contaminado com radiação gama, que salva sua vida e a faz ficar grande e verde quando se irrita. Presto! Direitos assegurados. “Foi uma coação”, disse David Anthony Kraft, que assumiu os roteiros da série. “Foi tipo: 'Precisamos inventar uma personagem chamada Mulher-Hulk, e tem que ser daqui a 30 segundos'. Se você analisar aquela primeira edição, que foi do Stan, não tem nada de mais: Bruce Banner faz uma transfusão de sangue para a prima, ela sai por aí correndo e grunhindo, e praticamente é isso. Eu cresci com a Marvel Comics e lembro-me do Stan tirando sarro de como a [editora concorrente] DC fazia infinitas versões dos personagens deles: o Supermacaco, o Supercavalo, Raiado, o Supergato e assim por diante. Ficamos arrancando os cabelos e chorando de soluçar no dia em que a Marvel teve que criar a Mulher-Hulk”.

Eventualmente, a criatura encontrou-se incapaz de se tornar Jennifer Walters novamente. Em seguida reconciliou-se com seu pai (com o qual não falava) e não tendo, até então, encontrado a causa de sua mutação permanente na forma de Mulher-Hulk, ela preferiu seguir o caminho de combatente ao crime.

A revista “Mulher-Hulk” foi cancelada dois anos depois de lançada, praticamente ao mesmo tempo da série de TV do “Hulk”. Ainda anos 80, tentou-se produzir um filme para o cinema com a vingadora esmeralda, com Brigitte Nielsen no papel principal. A atriz chegou até a fazer uns testes e tirar algumas fotos caracterizada como a personagem, mas a produção acabou sendo cancelada.


Relate algum problema encontrado nesse personagem