Superboy (Pós-Crise)



Nome: Conner Kent / Kon-El
Licenciador: DC Comics
País de origem: Estados Unidos da América
Criado por: Karl Kesel, Tom Grummett

Lista de revistas com participação de Superboy (Pós-Crise)

    Primeira aparição no:
  • País de origem
    Adventures of Superman (1987)  n° 500 - DC Comics
  • Brasil
    Super-Homem - Além da Morte  - Abril
Personagem das HQs de “Superman”.

Na trama, ele foi projetado pelos Laboratórios do Projeto Cadmus para se tornar o sucessor do nosso popular Homem de Aço — um clone parcialmente criado a partir do DNA do kryptoniano indestrutível, quando este foi supostamente morto.

Mesmo nomeado “Superboy” e análogo à sua contraparte Kryptoniana em diversos aspectos, o jovem herói possui um poder que não compartilha com Superman: telecinésia táctil, que lhe permite gerar ondas explosivas através de tudo o que toca. Também possui velocidade, força, poder de vôo e invulnerabilidade (limitada). Recentemente, entretanto, seus genes kryptonianos tornaram-se saturados com energia solar, permitindo a manifestação de poderes similares aos do seu antecessor, incluindo sua habilidade latente: visão de calor e de raios-x.

Antes de ser integrante da Turma Titã, Connor atuou no Havaí e foi membro fundador da Justiça Jovem, junto a Robin (parceiro de Batman) e Impulso (parceiro de Flash). Logo após se juntar aos Titãs, Superboy descobriu mais uma grande diferença entre ele e Superman: 50% de sua estrutura genética provém do maior inimigo do cruzado de capa — Lex Luthor. Neste período, passou a viver com Jonatham e Martha Kent (pais adotivos do Superman), em Pequenópolis.

Envergonhado e com medo de, um dia, manifestar seu “lado negro”, Superboy optou por não compartilhar esta informação com seus amigos, exceto Robin. Este foi um ato que o isolou de seus colegas e que, em seguida, permitiu que ele atacasse o grupo, sob a influência de Luthor. Com a ajuda de um grupo de super-heróis, os Renegados, os Titãs conseguiram liberá-lo do controle do velhaco, mas mesmo assim, Connor deixou o grupo.

Durante a série "Crise Infinita", o rapaz foi atacado pelo Superboy da Terra Primordial (um mundo paralelo e semelhante ao nosso, em outra dimensão). Este reivindicava ser o único Superboy. Após uma grande batalha, onde houve baixas nos Titãs (Pantha, Bebê Gnu e Bushido), Superboy Primordial foi enviado para fora do espaço-tempo pela “Força de Aceleração” — grupo composto pelos velocistas Flash, Joel Ciclone, Kid Flash e Max Mercúrio. Em seguida, junto a Asa Noturna e outros heróis, Connor destruiu o Garfo Vibracional, que fornecia energia para a coesão dos mundos, sacrificando sua própria vida. Connor morreu como herói, nos braços de sua namorada, Cassandra Sandsmark, a Moça-Maravilha II.


Relate algum problema encontrado nesse personagem