Busca avançada
Menu

Mandrake, O Mágico

Nome original: Mandrake The Magician
Licenciador: King Features Syndicate
Criado por: Lee Falk, Phil Davis

Lista de revistas com participação de Mandrake, O Mágico

"Mandrake" apareceu pela primeira vez em 11 de junho de 1934, nas tiras diárias em preto e branco dos jornais americanos. Mandrake é o ilusionista que se vale de uma técnica de hipnose instantânea, aplicada com os olhos e gestos das mãos e de poderes telepaticos. Em 3 de fevereiro de 1935 também apareceram as páginas dominicais coloridas.

O personagem foi baseado em Leon Mandrake, mágico que fazia performances no teatro nos anos 1920, usando uma cartola, capa de seda escarlate e um fino bigode. O desenhista Davis conheceu Leon, se relacionando com ele por muitos anos.

Mandrake mora em Xanadú, propriedade fantástica no alto de uma colina. Sua noiva, a princesa Narda, da Índia, e seu companheiro inseparável, Lothar, um príncipe africano que abandonou sua tribo para acompanhar o mágico, são os personagens mais constantes nas histórias.

Foi um sucesso absoluto nas decadas de 1930 e 1940, deu origem a uma série de imitadores: “Zambini”, “Drago”, “Kardak” (os três da editora Archie), “Zatara” (DC), “Visão", “Dr.Estranho" (ambos da Marvel)... Na Itália, Mandrake chegou até a ganhar uma versão local (pela editora Nerbini), desenhada por Galep, o artista de “Tex”. Outro autor de “Tex”, o criador Gianluigi Bonelli, veio com “Ipnos, o Rei da Magia”, em 1946.

Em 1966, para aproveitar o sucesso da "batmania" desencadeada com a série de TV de "Batman", a King lançou "Mandrake" também em um gibi bimestral colorido, que infelizmente só durou um ano.

Aqui no Brasil ele "Mandrake" foi publicado com muito sucesso por decadas pela editora RGE. Nos anos 1990, o personagem ainda estrelou algumas edições da editora Saber.

O personagem também estrelou alguns filmes. Em 1939, a Columbia produziu um seriado em 12 capítulos, com Warren Hull no papel principal e Al Kikume como Lothar (Narda não aparece). A NBC-TV fez um episódio-piloto em 1954, com Coe Norton e Woody Strode (Lothar), mas foi recusado. Em 1979 veio mais um telefilme, desta vez com Anthony Herrera e Ji-Tu Cumbuka como Lothar. Houve também um filme-pirata feito em 1967 na Turquia, "Mandrake Killing'e karsi" (Mandrake contra Killing), onde nosso mágico favorito (Güven Erte) enfrenta o bandido com malha de equeleto das fotonovelas italianas. Está em pré-produção um filme do herói. O ator Hayden Christensen foi anunciado para o papel-título.


Notas e fontes —
http://www.comics.org/series/1778/covers/?style=default
http://br.geocities.com/bdnostagia/Mandrake.htm
http://mandrake-comics.blogspot.com/2008/02/095-indrajal-comics-no-310-50000-miles.html
http://www.bdoubliees.com/seriesauteurs/series1/mandrake.htm

Listagem das tiras diárias e páginas dominicais:
http://www.deepwoods.org/mandrake_daily.html
http://www.deepwoods.org/mandrake_sunday.html
Mandrake, O Mágico


Relate algum problema encontrado nesse personagem