Ajude na manutenção e expansão do Guia dos Quadrinhos


Lobo



Licenciador: DC Comics
País de origem: Estados Unidos da América
Criado por: Keith Giffen, Roger Slifer

Lista de revistas com participação de Lobo

    Primeira aparição no:
  • País de origem
    Omega Men, The (1983)  n° 3 - DC Comics
  • Brasil
    Liga da Justiça  n° 19 - Abril
Lobo, cujo nome, em dialeto khúndio, significa "aquele que devora suas entranhas e se diverte com isso", é o último remanescente de seu povo. A razão disso: ele matou todos os habitantes de seu planeta. Czárnia era um verdadeiro paraíso, pois não conhecia a guerra e nem sentimentos como a raiva. Seus habitantes beiravam a imortalidade. Além de terem o poder de regenerar membros decepados (um czarniano conseguia replicar cada célula do corpo), eles podiam criar clones de si mesmos, instantaneamente.
Quando Lobo nasceu, sua maldade era tão assustadora que a parteira enlouqueceu. Na escola, Lobo não foi apenas um garoto briguento, ele transformou-se num verdadeiro "assassino escolar". Seus pais, desgraçados e envergonhados, tornaram-se eremitas.
Lobo sabia que era um tipo singular em seu planeta, mas almejava algo mais - descontado o egocentrismo, o jovem matador pretendia ser o único em todos os lugares. Inspirado pela idéia de genocídio, Lobo criou um enxame de criaturas letais, parecidas com escorpiões, que transformaram a celestial Czárnia num inferno de dor e, logo depois, em um gigantesco cemitério. Lobo descobriu o êxtase com a morte.
Sua diversão principal é matar. Não existe nada no mundo que Lobo goste mais. Ele é um verdadeiro mestre nessa arte e quando aceita um contrato, duas coisas são consideradas como cláusulas principais pelo czarniano: se a morte será rápida ou lenta. Nada nem ninguém pôde impedi-lo de cumprir um acordo. Lobo não necessita de dinheiro, na sua concepção o ato de matar é uma grande emoção. Se você fizer um trato com ele, jamais, em hipótese alguma, pense em quebrá-lo, pois traí-lo seria o mesmo que assinar o próprio atestado de óbito.
Nenhum ser, no universo conhecido, consegue beber mais do que o Lobo. Se sóbrio ele já é extremamente perigoso, imagine quando fica bêbado. O czarniano adora jogar, mas odeia perder. Até hoje, ninguém teve a coragem (ou a loucura) de lhe cobrar o pagamento de uma aposta.
Lobo é auto-suficiente e possui seu próprio código de ética. Quando dá sua palavra a alguém, persiste nela até o fim. Para o czarniano não importa qual é o lado certo ou o errado, ele mesmo exerce as funções de juiz, júri e carrasco.
Lobo é uma contradição ambulante, um ser com uma absurda selvageria interior, capaz de violências e destruições impiedosas. Quem o conhece realmente? Ninguém ousou se aproximar o bastante para descobrir.
Através das maquinações de Vril Dox II, Lobo foi, honrosamente, obrigado a trabalhar para a L.E.G.I.Ã.O. (tradução de LE.G.I.O.N.: Licensed Extra-Governamental Interstellar Operatives Network - "Rede de Operações Interestelares Extra-Governamentais Licenciadas") Após a debandada da equipe, Lobo é novamente um agente independente, tão conhecido quanto temido por toda a galáxia.
Por ser uma das criaturas mais poderosas do universo, Lobo pode triturar rochas sólidas, tirar um cofre de aço do seu caminho com um chute e levantar um poste de duas toneladas para usá-lo como porrete. Ele consegue correr a velocidades espantosas, dar saltos capazes de fazê-lo voar (literalmente), e o mais incrível de tudo: parece nunca se cansar.
Lobo é abençoado (dependendo em qual extremidade dos seus punhos você esteja) com a habilidade de perceber o ponto fraco de uma pessoa. Lobo pode derrotar qualquer um, inclusive o Superman. Vril Dox o privou de sua capacidade czarniana de auto-replicação, mas mesmo assim Lobo continua indestrutível (quando rejuveneceu, ele voltou a produzir clones).Mais tarde ele voltou a ser adulto quando a Justiça Jovem estava em Apokolips, voltando a ser o velho Caçador de recompensas de antes.
Lobo reapareceu durante 52, como bispo da igreja dos golfinho espaciais


Relate algum problema encontrado nesse personagem

  • neckel
  • Adicionado por
    neckel
    em 14/03/2007 03:28:00