Ajude na manutenção e expansão do Guia dos Quadrinhos


Alfred



Nome: Alfred Thaddeus Crane Pennyworth
Nome original: Alfred
Licenciador: DC Comics
País de origem: Estados Unidos da América
Criado por: Bob Kane, Don C. Cameron, Jerry Robinson

Lista de revistas com participação de Alfred

    Primeira aparição no:
  • País de origem
    Batman (1940)  n° 16 - DC Comics
  • Brasil
    Globo Juvenil, O  n° 1176 - O Globo
É o fiel mordomo de Bruce Wayne, a identidade civil de Batman. Em sua primeira aparição, no início de 1943, era gordinho e todo barbeado. Porém, quando o cinema lançou o cine-seriado do herói no mesmo ano, o ator britânico William Austin fazia o papel de Alfred, mas ele era magro e tinha um fino bigodinho. Os autores das HQ´s então decidiram que seu Alfred deveria seguir o mesmo estilo. Então, em outubro de 1943, na estreia das tiras diárias em preto-e-branco para os jornais, o leal serviçal passou a ser desenhado com a aparência de Austin. Os gibis coloridos seguiram pelo mesmo caminho, a partir da Detective Comics #83 (janeiro de 1944). Esse “novo” Alfred chegou até a ganhar suas próprias revistas, desenhadas por Jerry Robinson (no Brasil, foram publicadas primeiramente no “Guri”, em 1947, onde o personagem foi rebatizado de “Alfredo”).

Tanto na HQ quanto no cinema, Alfred é inglês e tanto seu avô quanto seu pai serviram os Wayne em Gotham City. Seu pai o treinou como mordomo na intenção de continuar a servir a família Wayne. Quando sua mãe deixou o marido para seguir a carreira de atriz, ele a acompanhou mesmo com a objeção do pai. Alfred amava interpretar, especialmente papéis de ação. Graças a seu talento de ator, ele é capaz de imitar com perfeição a voz de seu patrão ao telefone (essa habilidade foi mostrada logo nas primeiras HQ´s, ainda em 1943). Também serviu ao exército, onde recebeu medalha honrosa de cuidados médicos.

Seu pai ainda sonhava que Alfred o sucedesse. Então, quando ele morreu, Alfred passou a servir Bruce Wayne e ao pupilo deste, Dick Grayson. Acidentalmente, o novo e eficiente empregado descobriu que Wayne e Grayson eram, na verdade, Batman e Robin. Alfred prometeu guardar segredo e, desde então, passou a ser auxiliar dos famosos heróis e inclusive os livrou de algumas enrascadas. Na de Detective Comics #328 (junho de 1964), Alfred foi morto após tentar salvar os heróis de mafiosos. Tia Harriet Cooper então o substituiu nas histórias. Mas, dois anos depois, quando estreou a famosa série de TV, o mordomo foi trazido de volta, interpretado pelo também britânico Alan Napier. Como resultado, o mordomo também voltou nos quadrinhos. Em Detective Comics #356 (outubro de 1966), a Editora DC veio com uma daquelas explicações na base do “acredite se quiser”: Alfred foi revivido por um cientista genial chamado Brandon Crawford.

Em 1986, com a reformulação de todas as revistas DC em decorrência da mega-saga Crise Nas Infinitas Terras, essa passagem mudou: agora, Alfred já era mordomo dos Wayne, Thomas e Martha, antes mesmo de seu filho Bruce nascer. Ele planejava retomar sua carreira artística, mas antes de isso acontecer seus patrões foram assassinados. Desta forma, permaneceu na Mansão Wayne e ajudou Leslie Thompkins a cuidar do órfão Bruce Wayne. Alfred permaneceu na mansão por anos, inclusive o período em que Bruce Wayne viajou pelo mundo. Quando seu jovem patrão retornou, Alfred disse que iria embora a fim de retornar à carreira artística, mas desistiu após Bruce ter se tornado o Batman e confiado a ele sua dupla identidade. Alfred passou a atuar como conselheiro, enfermeiro e terapeuta do herói. Ajudou a cuidar de Grayson e teve grande influência na formação do caráter do jovem herói.

Quanto ao primeiro Alfred – o gordinho, de 1943 –, foi estabelecido que ele pertencia à Terra-2, uma das muitas Terras do multiverso da DC. Naquele mundo, Beagle, ao contrário do Alfred que conhecemos, é meio atrapalhado, mas tem lá seus dons de detetive. Contratado pela dupla dinâmica de lá, o fiel criado usou seus talentos de detetive para descobrir a identidade secreta dos patrões. Este Alfred não ajudou a criar Bruce, pois só conheceu Batman depois de adulto, quando Robin já tinha surgido.


Relate algum problema encontrado nesse personagem