Vertigo: Além do Limiar


Sergio Toppi



País de nascimento: Itália
11 de outubro de 1932
21 de agosto de 2012

Lista de revistas com trabalhos de Sergio Toppi
Veja lista detalhada dos trabalhos


Sergio Toppi foi um notável artista de quadrinhos e ilustrador milanês. Começou a sua carreira a fazer ilustrações para a colecção 'Enciclopedia dei Ragazzi' da editora UTET, bem como a uma série de filmes publicitários de animação. Ele fez seus primeiros quadrinhos para o Il Corriere dei Piccoli em 1966. Entre eles estavam 'Il Mago Zurlì' (roteiro de Carlo Triberti), uma biografia de quadrinhos de Pietro Micca e várias histórias de guerra e históricas da série 'Grandi Avventure di Pace e di Guerra ', em cooperação com o escritor Milo Milani.

Quando Il Corriere dei Piccoli se tornou Il Corriere dei Ragazzi em 1972, Toppi ilustrou séries como 'Dal Nostro Inviato', 'Fumetti-Verità', 'Uomini Contro' e 'I Grandi nel Giallo'. Toppi e Milano também produziram vários quadrinhos históricos para Il Messaggero dei Ragazzi entre 1977 e 1979. Nessa época, Toppi também buscava uma carreira versátil no campo da ilustração, o que também deixou sua marca em sua abordagem de histórias em quadrinhos.

Toppi começou sua colaboração de longa data com Il Giornalino em 1976. Ele ilustrou histórias religiosas e muitos quadrinhos de um só tiro, incluindo 'La Storia di Tutti i Tempi' (1982), 'I Grandi del Cinema' (1985), 'Storie d' Oro e di Frontiera '(1986),' Smeraldi per il Faraone '(1988),' Mastro Domenico '(1989),' In Quel Giorno '(1990),' Viso Nascosto '(1992),' Un uomo Chiamato Gesù ' (1992), 'Don Alberione' (1994), 'La Città' (1994, texto de Gino d'Antonio ), 'Le Avventure di Robinson Crosue' (1997) e a série 'Magda & Moroni' (1996, texto de Luigi d'Antonio). Sua história de 1995 'Il Segredo dei Quattro Codici' contou a história do início da revista, em 1924.
Ainda a partir de 1976, desenha a colecção de várias parcelas 'Un Uomo, un'Avventura' da editora Cepim, nomeadamente 'L'Uomo del Nilo', 'L'Uomo del Messico' e 'L'Uomo delle Paludi'. Além disso, ele forneceu arte para dezenas de contos para as revistas Linus, Alter, Corto Maltese e Sgt. Kirk.

Um dos quadrinhos mais marcantes de Toppi é 'Sharaz'de', sua versão em quadrinhos das Mil e Uma Noites. Foi originalmente serializado em Alter Alter em 1979, e mais tarde também publicado na França (Mosquito) e na Espanha (Planeta DeAgostini). Foi nessa HQ que Toppi jogou muito com o design gráfico da página, focando na composição das bordas e fundos e não muito na narrativa. Embora em grande parte em preto e branco, também apresenta alguns dos experimentos de Toppi com cores diretas.
Como autor versátil, Toppi também produziu a excêntrica série 'Il Collezionista', bem como quadrinhos para L'Eternauta, Comic Art e Orient Express. Na revista Corto Maltese, ele produziu recursos como 'Kas Cey', 'Chapungo', 'M'Felewzi', 'Isola Genile', 'Aloranguay', 'Thanka', 'L'Incontro', 'Una Grave Lacuna', 'Blues', 'Il Dossier Kokombo', 'Solitudinis Morbus', 'Dio Minore' e 'Cavaliere di Ventura', todos no período 1984-1993.
Toppi também compartilhou suas habilidades artísticas com o mercado francês, contribuindo para as coleções de Larousse 'L'Histoire de France en Bande Dessinées' e 'La Découverte du Monde en Bandes Dessinées' no início dos anos 80. A editora francesa Mosquito publicou quase 40 de seus livros desde 1994. Ele trabalhou diretamente para a editora espanhola Planeta DeAgostini com o livro de 1992 'El Cerro de la Plata - La leyenda de Potosì'.

O trabalho de ilustração notável de Toppi é uma série de cartas de tarô para Lo Scarabeo em Torino em 1989, os desenhos que ele fez de todas as mercanerias do Saco de Roma para galerias e os muitos desenhos artísticos que fez para a Edizioni Crapapelada de 2003 em diante. Na década de 1990, Toppi também trabalhava para a editora Bonelli, fazendo contribuições ocasionais para séries como 'Nick Raider', 'Julia' e 'Martin Mystère', bem como a Ken Parker Magazine.





Sergio Toppi


Relate algum problema encontrado nesse artista