Gustavo Machado



País de nascimento: Brasil
25 de dezembro de 1958

Lista de revistas com trabalhos de Gustavo Machado
Veja lista detalhada dos trabalhos


Desenhista carioca, Gustavo Machado Ferreira iniciou sua vida como profissional nas artes gráficas aos 17 anos, no jornal “Opção” de Volta Redonda (cidade fluminense para onde sua família mudou quando ele tinha 11 anos).

Em 17 de janeiro de 1977 começou profissionalmente nos quadrinhos, mais especificamente na RGE, como assistente de Fernando Bonini, fazendo o n° 1 da revista “Sítio do Pica-Pau Amarelo”. Dois anos depois, a equipe da revista recebeu uma notícia que desagradou a todos: o n° 28 (agosto de 1979) seria o último. A diretoria decidiu reformular o estilo gráfico dos personagens, que iniciariam uma nova fase, recomeçando do zero. E, pior, a reformulação seria feita por um desenhista de fora, contratado apenas para isso. Sentindo-se desprestigiados, Gustavo Machado e outros desenhistas pediram demissão. Machado, por exemplo, optou por aceitar a proposta de trabalho de Claudio Seto: mudar-se para Curitiba e trabalhar na editora Grafipar. Assim, no final da década de 70, Machado já estava fazendo quadrinhos pornográficos para a Grafipar.

Na década de 2000, destacou-se como um dos autores do álbum “O corno que sabia demais” (2007), da Pixel Media. Machado foi também um dos autores do “Zé Carioca” da editora Abril, mas sem o mesmo brilhantismo de Renato Canini. Também trabalhou nas duas versões de “Os Trapalhões”, a da Bloch Editores e da Abril.



Notas e fontes —
- “Volúpia” 10, em 1981, da editora Grafipar;
- http://rettamozo.multiply.com/journal/item/73/OS_BONS_TEMPOS_DA_GRAFIPAR
- www.bigorna.net/index.php?secao=entrevistas&id=1235709432
- Página no Facebook:
www.facebook.com/gustavo.machado.39982


(na foto, Gustavo Machado em seu estúdio [foto: site Bigorna])


Gustavo Machado


Relate algum problema encontrado nesse artista