Comic Boom!


Diamantino da Silva



País de nascimento: Brasil
10 de janeiro de 1926

Lista de revistas com trabalhos de Diamantino da Silva
Veja lista detalhada dos trabalhos


O professor Diamantino da Silva começou sua história afetiva com os quadrinhos na primeira metade dos anos 1930. O contato com os tabloides de quadrinhos “Suplemento Juvenil”, “Mirim”, “O Lobinho” e “O Globo Juvenil” despertou-lhe a paixão pelos desenhos, pelas aventuras e pelos incríveis heróis que somente os quadrinhos podem criar. Nasceu em Santos, onde trabalhou como ilustrador dos jornais “A Tribuna” e “Diário de Santos”.

Ao mudar para São Paulo, juntou-se ao desenhista Gedeone Malagola e outros artistas num estúdio chamado Caiçara para um novo projeto: a editora Júpiter. Naquela nova empreitada, Diamantino publicou personagens como “Ney Foguete”, “Flávio Corsário” e “Rosinha Repórter”. Outras editoras em que trabalhou naquela época foram a Prelúdio e Paulinas, além de nos encartes do jornal “Última Hora”.

Lecionou desenho e artes gráficas na escola Pro-Tec, na faculdade de Comunicação Social Anhembi e na FAAP. Contribuiu para a história e para a teoria dos quadrinhos e das artes gráficas com três livros, entre eles o cultuado “Quadrinhos para quadrados”, de 1976.

Diamantino também participou ativamente de exposições, debates e conferências sobre quadrinhos e cinema. É um dos fundadores e atual presidente do Clube Amigos do Western, que reúne toda semana os aficionados dos filmes de faroeste. Desde 1985, Diamantino edita trimestralmente a revista “Mocinhos & Bandidos”, uma das melhores publicações do gênero no Brasil.

Seu novo livro, “Quadrinhos dourados”, lançado pela Opera Graphica em 2004, se trata de um depoimento apaixonado sobre os quadrinhos e um resgate da memória dos queridos suplementos infantis.



Notas e fontes:
http://www.operagraphica.com.br


Diamantino da Silva

Personagens criados por Diamantino da Silva (1)


Relate algum problema encontrado nesse artista