Alex Raymond



País de nascimento: Estados Unidos da América
2 de outubro de 1909
6 de setembro de 1956

Lista de revistas com trabalhos de Alex Raymond
Veja lista detalhada dos trabalhos


Desenhista americano, Alexander Gillespie Raymond, foi criador de quatro dos mais importantes personagens de quadrinhos: “Flash Gordon”, “Jim das Selvas”, “Agente Secreto X-9” (1934) e “Rip Kirby” (no Brasil, “Nick Holmes”). Seu virtuosismo e realismo nos desenhos inspirou o estilo de vários artistas e até muitos anos depois da sua morte, continua a influenciar o trabalho dos artistas de quadrinhos.

Mas o início de sua vida profissional não foi fácil. Em 1929 ele ficou desempregado, devido à quebra da Bolsa de Nova York. Foi quando o famoso desenhista Russ Westover o contratou como seu assistente na tira “Tillie" (também conhecida no Brasil como “Ditinha"). Westover era ex-vizinho e amigo pessoal de Raymond e, portanto, estava ciente do talento do rapaz para desenho (v. “Fon-Fon” n° 7, maio de 1991, de Aníbal Barros Cassal, pág. 51). Aquela nova oportunidade que Westover lhe oferecera foi fundamental para o alavancar de sua carreira.

Algum tempo depois, Raymond também foi auxiliar de outro artista, Lyman Young, com quem trabalhou fazendo “pin-ups” em “The kid sister” e, principalmente, auxiliando seu chefe em “Tim Tyler's luck”, uma das primeiras historietas de aventura com desenho realista. Raymond praticamente desenhou sozinho as tiras diárias e as dominicais de “Tim Tyler” entre 1932 e 1933 (v. texto de Francisco Serapião publicado pela Ebal em 1979, no primeiro álbum de “Tim & Tok”), largando a série para criar seu “Flash Gordon”, um personagem concorrente de “Buck Rogers” (este o primeiro herói espacial dos quadrinhos). Publicado em 1934 para as páginas dominicais, “Flash” logo fez sucesso e se transformou em um dos favoritos dos leitores em todo o mundo. Para completar a página dominical de “Flash Gordon”, ele desenhou “Jim das Selvas”, inspirado nas aventuras da selva de “Tarzan”. Seus personagens pareciam criados por encomenda para concorrer com outros. Por exemplo: Jim veio para fazer frente ao Tarzan, X-9 a Dick Tracy e Flash ao Buck Rogers. Esta semelhança levou a Johnny Weissmuller (o eterno Tarzan) a dar vida também a Jim das Selvas. E Buster Crabber, o primeiro ator que interpretou Flash, a também encarnar a figura de Tarzan.

Os primeiros episódios de “Flash” eram escritos pelo próprio Raymond. Mas logo ele contratou um roteirista profissional para auxiliá-lo, Don Moore (v. pág. 254 de “The World Encyclopedia of Comics”). Mesmo assim, o excesso de trabalho não desapareceu. Em novembro de 1935, o artista abandonou “X-9” para se dedicar integralmente a “Flash” e “Jim”.

Depois dos êxitos nos anos 30 e início dos anos 40, Raymond interrompeu a carreira em 1944 para lutar na Segunda Guerra, servindo como fuzileiro nas batalhas do Pacífico. Ao retornar da Guerra, ela retomou o trabalho artístico anterior, criando outro personagem de sucesso internacional: “Rip Kirby”. Por esse trabalho ele recebeu o prêmio Reuben em 1949, concedido pela National Cartoonists Society.

Raymond morreu em um acidente de carro em Westport, Connecticut, com a idade de 46 anos, e foi enterrado no cemitério St. John's Roman Catholic Cemetery em Darien, Connecticut.


Notas e fontes —
Lista das tiras e dominicais de “Flash Gordon”:
(..) http://www.ipcomics.net/flash_gordon/start.htm?list=S001
(..) http://www.ipcomics.net/flash_gordon/start.htm?list=D2001
(..) http://en.wikipedia.org/wiki/List_of_Flash_Gordon_comic_strips



Relate algum problema encontrado nesse artista