Comic Boom!


Tudo em Quadrinhos


Títulos publicados pela Tudo em Quadrinhos
A editora tem 35 títulos cadastrados no site, somando 95 edições no total.

A Tudo em Quadrinhos foi uma editora que foi inaugurada no final dos anos 90.

Não há muitas informações sobre a história dessa editora. Muita gente diz que ela era uma bela fachada e que só rolava picaretagem, e por isso mudou de nome várias vezes, tendo editado quadrinhos também como Heavy Metal, Metal Pesado e Atitude. Em pouco mais de 3 anos de atividade, essa editora colocou no mercado uma quantidade absurda de títulos, a maioria da linha Vertigo; os quais com certeza jamais teriam chegado ao Brasil se não fosse pela iniciativa dela.

A a editora lançou em revista própria Hellblazer (15 edições + 3 especiais), Preacher (18 edições + 2 especiais) e começou a republicar Sandman desde o início. Eles também tiveram um título rotativo chamado Obras Primas Vertigo que foi na verdade por onde começaram e que utilizaram para testar o mercado. As treze edições trouxeram Monstro do Pântano, Patrulha do Destino, Livros da Magia, Shade – o Homem-Mutável, os dois já citados acima e pelo menos uma pequena obra prima: Soldado Desconhecido, de Garth Ennis.

A qualidade do material não era lá essas coisas; o papel era vagabundo e muitas vezes a impressão da tinta passava de uma página para outra. Fora isso, os erros de impressão eram tão frequentes que só eram superados pelos erros de tradução. Nota-se que não havia um refinamento na produção das HQs, por mais que a equipe quisesse publicar um grande material, mas como eu já disse, foi a única chance que tivemos de ler muita coisa por aqui.

A editora se especializou em lançar mini-séries, algumas delas verdadeiras pérolas. Por exemplo, a série do irmão mais misterioso de Morpheus, Destino.

A Abril já havia lançado a mini-série Bruxaria, mas eles deram continuidade e publicaram em 3 edições La Terreur. A saga do Homem-Animal (que a Abril descontinuou após a fase Grant Morrisson) também foi levada adiante, com destaque para O Mestre dos Lobos. Outra série que foi continuada foi O Monstro do Pântano. Tudo quanto é editora que assume a linha Vertigo só publica o material de Alan Moore, mas a verdade é que da longa carreira do herói, muito pouco saiu no Brasil.

The Dreaming (spin-off de Sandman) teve tratamento especial, com 3 mini-séries: O Fator Goldie, O Garoto Perdido e Estranha Paixão, e dois especiais. Foi também a primeira vez que Transmetropolitan saiu no Brasil, no arco De Volta às Ruas. Vampirella teve um título sem periodicidade com 5 edições lançadas, Sandman: Teatro do Mistério teve 3 mini-séries e dois especiais, e Starman de James Robinson recebeu uma mini em 4 edições, que está entre o que foi produzido de melhor nos anos 90.

Claro, entre tantos títulos tiveram coisas fraquinhas, como a revista solo do Clã Destino, a mini Transformações que faz parte do universo Livros da Magia – e não chega aos pés do conceito inicial desenvolvido por Neil Gaiman, e Orquídea Negra, mas por outro lado nos divertimos com várias aventuras do Lobo e Mansão dos Segredos: Fundação. Merecem destaque também O Livro das Trevas (mini-série em 4 edições), Etrigan, o Demônio, O Extremista, e Mistérios Divinos.

No frigir dos ovos, o saldo foi positivíssimo. A editora fechou as portas deixando alguns trabalhos incompletos, como a interessante Goddess: A Ira dos Deuses. O trabalho foi continuado pela Brainstore, mas sem a mesma diversidade.

Adaptado por carnificina a partir do artigo: http://pipocaenanquim.com.br/resenhas-se-nao-leu-leia/tu






Relate algum problema encontrado nessa editora

  • Guia dos Quadrinhos
  • Adicionada por
    Guia dos Quadrinhos
    em 05/03/2007 00:00:00
    Editado por carnificina