Mauricio dos Santos - Capa: Desenho

Enquanto o infinito não chega, eu nascia nos primórdios de 11 de dezembro de 1967, naturalmente Iporã PR. Filiado a Ilda Lopes dos Santos a quem eu admiro e me orgulho de tela como mãe, mulher de fibra e determinação. Meu primeiro contato com a literatura foi num terreno baldio. Revistas em quadrinhos rasgadas que peguei colei, algumas partes, outras que se perderam. Olhando para aquelas figuras desenhadas, coloquei na cabeça que sabia fazê-lo. E em 1979 comecei a cópia. Cópias atrás de cópias... Leia aqui mais informações

Foi encontrada 1 referência em 1 edição